terça-feira, 29 de novembro de 2011

Podarcis hispanica (juvenil)


Uma estratégia comum à maior parte das espécies de lagartixas e lagartos é a capacidade de autonomia da cauda. Isto é quando atacados podem libertar a cauda deixando uma pequena refeição grátis para o predador, conseguindo no entanto escapar com vida. Para que os predadores ataquem preferencialmente a cauda, os  juvenis da maior parte das espécies de lagartixas possuem caudas de cores muito mais vistosas que as do padrão do resto corpo. Nas lagartixas do género Podarcis e Iberolacerta existentes em Portugal as caudas possuem geralmente tonalidades azuladas ou esverdeadas. Já nas dos géneros Acanthodactylus e Psammodromus são as tonalidade vermelhas/alaranjadas das suas caudas que chamam a atenção dos predadores.