domingo, 25 de janeiro de 2009

Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros

Fotografias de um lago temporário junto ao Polje de Mira-Minde, e da gruta de Alvados.
O Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros situa-se na mais importante zona calcária de Portugal. Por esta razão é rara a água à superfície, mas abundante no subsolo, formando o maior reservatório subterrâneo de água doce do país! A Natureza calcária do solo permitiu que os elementos naturais fossem modelando a rocha, dando origem a mais de mil e quinhentas grutas de uma beleza extraordinária. Neste Parque Natural as espécies de répteis que podemos encontrar são: a lagartixa ibérica, lagartixa de Carbonel, a lagartixa do mato, o lagarto de água, o sardão, o licranço, a cobra de pernas tridáctila, a cobra de água viperina, a cobra de água de colar, a cobra de escada, a cobra rateira e a víbora cornuda. Quanto a anfíbios podemos encontrar: a salamandra de pintas amarelas, a salamandra de costelas salientes, o tritão de ventre laranja, o tritão marmorado, a rã verde, a rã ibérica, a rela, a rela meridional, o sapo comum, o sapo corredor, o sapo de unha negra e o sapo parteiro ibérico, e a rã de focinho pontiagudo.
Área: 35.000 hectares
Criação: 1979