quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Pelobates cultripes (juvenil)




Fotografias de um juvenil de sapo de unha negra e do pormenor da unha na pata anterior do sapo, tiradas na Reserva Ornitológica do Mindelo em Vila do Conde.
Quase todos as espécies de sapos têm a habito de se enterrarem quer para se protegerem de predadores, quer para manterem a pele húmida durante dia. O sapo de unha negra é um verdadeiro especialista pois possui uma calosidade em cada uma das patas anteriores, que o ajudam nesta tarefa.
Para se enterrarem, começam a escavar um pequeno buraco atrás de si, no qual se vão escondendo digamos de marcha atrás, até ficarem quase só com os olhos de fora, ou então enterram-se completamente, desaparecendo no solo.


1 comentário:

Pandora disse...

Este sapito está bem camuflado. Heheheheh belo esconderijo.
Demorou, mas já lá está a cobrita, e obrigado pela ajuda na identificação da Sacha, eu estava com muitas duvidas, por isso não tinha lá posto o nome da espécie.
Beijos.